14.1.13

1.Ó mar...


Pus um búzio da praia
na concha do meu ouvido.
Logo ouvi o mar chamar
muito longe, num gemido.
Ó mar,
Ó mar...
Peguei num búzio das águas,
pousado ali na areia.
Ele guardava a canção
secreta duma sereia.
Ó mar,
Ó mar...
É só um búzio das ondas,
todos o julgam vazio.
Mas eu viajo lá dentro
num sonho feito navio.
Ó mar,
Ó mar...

No hay comentarios:

Publicar un comentario